Roda de Mestres

11168455_1779130195650779_4600398940403722995_o

 

Três mestres cantadores e um jovem artista, todos de origens e tradições musicais distintas, reúnem-se nesta sexta-feira, 1 de abril, em Campinas, em um show que vai justamente valorizar a riqueza da diversidade cultural brasileira. Será a Roda de Mestres, que acontece a partir das 20 horas no Centro Cultural Casarão, em Barão Geraldo (Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n.º – Terras do Barão). Tudo aponta para uma experiência artística inesquecível, pela riqueza de trajetórias e visões de mundo envolvidas.

A ideia dessa singular  conversa musical foi do violeiro, cantor, percussionista e produtor fonográfico João Arruda, um incansável pesquisador da cultura popular. Ele já produziu discos para os três mestres que, nascidos em estados diferentes, moram há anos em Campinas mas nunca tiveram a oportunidade de se apresentar juntos.

“Cada artista desta roda nos leva a uma paisagem diferente, a um universo cultural e existencial próprio”, comenta João Arrufa, sobre a motivação para juntar os três mestres e ele próprio. “Por meio de sua arte eles partilham sabedoras e conhecimentos e espalham a mais leve alegria anciã”, completa Arruda, que se confessa um privilegiado por estar se apresentando e aprendendo çom os três nomes que representam repertórios e concepções culturais tão diversos.

Apesar das diferenças, a afinidade já foi comprovada no ensaio de ontem à tarde. A atividade nem chegou ao final, tal a sintonia que os mestres e o jovem artista demonstraram apenas com algumas músicas.  O diálogo entre o tradicional e o novo, entre a sabedoria acumulada e a inquietude da juventude, mais uma vez demonstrava o seu enorme potencial criador, o que acontecerá com ainda mais força no show na note desta sexta-feira em Campinas.

Os artistas – Quatro perfis distintos, quatro biografias que se encontram em Campinas para promover um multicolorido painel da música popular brasileira. Estes são os quatro artistas que estarão na Roda de Mestres:

Sinhá Rosária – Cantora e compositora popular da cidade de Campinas, SP e co-fundadora do grupo “Urucungos, Puítas e Quijengues” criado por Raquel Trindade. Sinhá preserva e divulga cantos, ritmos e danças do samba-de-bumbo campineiro, samba-de-lenço rural paulista, jongo, côco, maracatu, samba de roda, bumba-meu-boi, baião, lundu entre outros. Em 2015 lançou o CD “Eu sou Sinhá” (FICC 2014), sob direção musical do violeiro João Arruda, celebrando seus 80 anos de vida.
Tião Mineiro – Violeiro, cantor, compositor e mestre-embaixador de folia de reis da Companhia de Reis “Azes do Brasil”, formada há mais de 20 anos em Campinas. Nascido em Boa Esperança, MG, aprendeu com seu pai as mais variadas tradições da cultura caipira e, em 2009, foi escolhido pelo Ministério da Cultura como Mestre-griô da cidade de Campinas, guardião das tradições. Lançou em 2013 o CD “Acordar com os passarinhos” (FICC 2012), gravado e dirigido por João Arruda.
João Bá – Poeta, ator, compositor e cantador. Tem 8 CDs gravados, todos eles de composições autorais, sendo seu trabalho mais recente o CD  “Cavalheiro Macunaíma” (PROAC 2012) sob direção musical de João Arruda e Levi Ramiro. João Bá tem mais de duzentas músicas, muitas delas, gravadas por artistas de grande referência no cenário musical brasileiro como: Hermeto Paschoal, Almir Sater, Diana Pequeno, Dércio Marques, Doroty Marques, Rubinho do Vale, Marlui Miranda e muitos outros. Nasceu na cidade de Crisópolis, sertão da Bahia. “Quando caiu o primeiro dente, meu pai disse: pode trabalhar”. E foi trabalhando no sertão da Bahia que João Bá aprendeu a observar a natureza e, desde menino, começou a escrever e compor. É grande pesquisador da música popular brasileira.
João  Arruda – Músico, cantor, percussionista, violeiro e produtor fonográfico, João Arruda é considerado um dos jovens promissores da música  brasileira.  Nascido em Campinas (SP), o artista é comprometido com a valorização e recriação de temas e canções da cultura popular brasileira, bem como de outros países. Seu trabalho está presente em mais de 15 CDs, em que atuou como artista convidado e produtor. Participou de mostras, festivais e programas de rádio e TV além de compor diversas trilhas sonoras para espetáculos, documentários, mostras  e filmes. Sua trajetória musical inclui turnês pelo Brasil e exterior. Com o grupo de Pífanos Flautins Matuá Integrou o projeto “Samarro´s Brazil” realizando shows na França e Itália. Em trabalho  solo, percorreu a Argentina, Bélgica, França, Inglaterra e País Basco  com seu show “Entre violas e couros”.  Foi idealizador e é curador do projeto musical “Arreuní”, que promove encontros mensais com diversos artistas brasileiros e convidados estrangeiros. Em 2007  gravou o CD “Celebrasonhos” e seu mais novo trabalho solo é o CD “Venta Moinho”, lançado em 2014.

– See more at: http://agenciasn.com.br/arquivos/6566#sthash.EJYhATDz.dpuf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s